notíciassbb


Lançamento do volume 4 da Série Bioética

Bioética e Psicologia: inter-relações, outro fruto do XI Congresso Brasileiro de Bioética, acaba de ser disponibilizado pela editora CRV.

 

Escrito pelas psicólogas e bioeticistas Mary Rute Gomes Esperandio e pela psicóloga Maria Júlia Kovács (Organizadoras), o livro vem a se juntar aos outros da mesma série, ou seja, Bioética e Saúde PúblicaBioética e Educação e Fundamentos da Bioética

 

Sobre a Bioética e a Psicologia

A Bioética pode ser compreendida como ponte entre as Ciências da Saúde e as Ciências Humanas numa vertente multidisciplinar. O foco da reflexão bioética é o ser humano, e aí se estabelece a relação com a Psicologia. A interface desses dois campos do conhecimento se dá nos aspectos que apontam para um objetivo comum: a compreensão do humano em seus processos existenciais de vida e morte, em sua busca de autonomia, e na responsabilidade pessoal implicada na própria condição existencial. Os avanços do conhecimento científico abrem novas possibilidades ao ser humano, mas trazem diversos conflitos no que tange às relações humanas.

 

A Psicologia, enquanto ciência da compreensão do ser humano e suas relações, traz questionamentos sobre diversos temas abrindo espaço para reflexão e debate. Temas tais como: vulnerabilidade; dignidade e autonomia; cuidado paliativo; luto antecipatório; luto da família; Diretivas Antecipadas de Vontade; adoecimento, espiritualidade, comunicação de más notícias; obstinação terapêutica; cuidado ao cuidador profissional e familiar; demência; idosos institucionalizados; autonomia de crianças e adolescentes; constituem-se como pontos importantes de reflexão para a prática de profissionais de saúde com ênfase na humanização dos cuidados, infelizmente relegada para segundo plano em várias instituições. As inter-relações entre a Bioética e a Psicologia são apresentadas de forma complementar e constituem as duas partes dessa obra: as relações interdisciplinares, abordadas na primeira parte, num conjunto de sete capítulos, e as questões intersubjetivas na segunda parte, com um conjunto de seis capítulos