notíciassbb


Mission life

Em meados de novembro, um grupo de pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) venceu o concurso internacional Mission Life, cujo intuito é reunir estudantes de graduação ao redor de temas globais, para desenvolver produtos e ideias inovadoras. Em sua sexta edição, o Mission Life teve como tema central Bioética e Educação, com foco em Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).


Neste ano, o concurso foi sediado pela Kent State University (KSU) e teve como vitorioso um grupo de estudantes da Escola de Ciências da Vida, da PUC-PR, uma das organizadoras do encontro, ao lado da KSU, de Ohio, e da University of Incarnate Word (UIW), Texas. O projeto vencedor das etapas nacional e internacional foi “Iniciativa E.D.E.N.”, liderado por Joaquim Setin, aluno de Licenciatura em Ciências Biológicas (Escola de Educação e Humanidades da PUC-PR), que, ao lado da colega Caroline Good, desenvolveu um sistema de uso de um Role Playing Game (RPG) – jogo de interpretação de personagens – para o ensino dos ODS, numa aproximação interdisciplinar e fazendo uso de metodologias ativas.

 

A ideia partiu de um projeto de iniciação científica orientado pelos professores Thiago Cunha (também 1º. Secretário da Sociedade Brasileira de Bioética-SBB) e Janete Dubiaski-Silva.

 

Além de Joaquim, o grupo que ganhou o Mission Life é composto por Renan Kintopp, da Psicologia (PUC-PR), Kathleen Cardoso, de Ciências Biológicas, ambos da Escola de Ciências da Vida, e João Coldebella da Silva, de Jogos Digitais, Escola Politécnica. “Pensamos e algo que mantivesse os valores de transformação social do projeto original, mas também apresentasse uma ideia de produto exequível, inovadora, com potencial lucrativo e eficaz no desenvolvimento das competências necessárias para enfrentar os desafios dos ODS”.

 

Aos vencedores, as instituições participantes prometem apoio e acompanhamento para que as ideias se tornem ações e/ou produtos reais. O professor Sergio Surugi, decano da Escola de Ciências da Vida e idealizador do concurso, comprometeu-se a encaminhar o projeto à Agência Incubadora Hot Milk, setor da PUC-PR encarregada em promover ideias inovadoras e auxiliar grupos que pretendem transformar ideias em negócios.

 

Um pouco sobre o concurso
O Mission Life foi idealizado e é organizado pela Escola de Ciências da Vida da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), sendo que, em 2016, passou a ter um caráter internacional. Consiste em duas etapas: a primeira local, quando a equipe que representará a instituição é escolhida; e a segunda internacional, disputada pelas três equipes representantes das instituições participantes, na qual acontece a premiação do People's Choice, resultado da votação popular dos presentes.


Conforme o professor Sergio Surugi há um clamor geral para formar estudantes com perfil inovador. “A inovação só tem sentido se for dirigida para melhorar o mundo no qual vivemos”. Deste modo é importantíssima a participação em eventos como o Mission Life, na qual os estudantes envolvidos “não só exercitam o seu talento inovador como – principalmente – são obrigados a conhecer a realidade na qual vivemos e propor soluções criativas para a humanidade”.