notíciassbb


Somos todos(as) Marielle, sempre!

 

A Sociedade Brasileira de Bioética vem a público se solidarizar junto às famílias da vereadora (PSOL) Marielle Franco e de seu motorista Anderson Pedro Gomes, barbaramente assassinados a tiros na noite deste 14 de março, no Rio de Janeiro.

Enfatizamos nossa total indignação e repúdio por tudo que este ato de execução representa contra os direitos humanos, contras as mulheres, contra os negros, contra os moradores de comunidades carentes e marginalizadas.

Esta barbárie atingiu em cheio o coração da democracia e da luta contra a intolerância, a ilegalidade e o livre arbítrio que, infelizmente, se espalham de forma incontrolada, e impune, pelo país.

A vereadora estava se empenhando na luta contra a violência e o desrespeito aos direitos humanos que diariamente são atos denunciados nas favelas do Rio de Janeiro. O último deles ocorreu na favela de Acari, em 11 de março.

Fica a pergunta: até quando vamos conviver com crimes hediondos e com todos os diuturnos ataques que visam  fazer calar a voz da sociedade, a voz de todos, a voz da democracia?

O Brasil está enlutado.

 

 

São Paulo, 16 de março de 2018

 

Diretoria Nacional da Sociedade Brasileira de Bioética

 

 

(Fonte da imagem: jornalistaslivres.org)