notíciassbb


COVID-19 e o rompimento de limites bioéticos: entrevista de Nilza Diniz no canal "Transforma - Mulheres protagonizam um mundo em evolução" (Uol/Universa)

Em entrevista especial para o Canal "Transforma - Mulheres protagonizam um mundo em evolução" (Uol/Universa), a bióloga e bioeticista, 2a secretária da Sociedade Brasileira de Bioética, Nilza Maria Diniz, falou sobre o rompimento dos limites bioéticos em um cenário pandêmico como o que ocorre com a COVID-19 no mundo e, especialmente, em nosso país.

Única representante do Brasil no WeCope (World Emergency Covid19 Pandemic Ethics Committee), que reúne pesquisadores de todos os continentes - entre os quais, nomes ligados à Nasa, à Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e ao Parlamento Europeu, Diniz citou alguns debates, como aquele que trata da difícil escolha, nos hospitais, sobre quem vai ter direito ao respirador em eventual cenário de colapso na saúde. Para ela, essa distinção "É uma escolha de Sofia dolorida, e isso não pode carregar ainda mais o sistema de saúde. Será necessário que as unidades hospitalares tenham comissões emergenciais de COVID para dar suporte a essas escolhas."

Outra discussão importante do WeCope que Diniz participa está relacionada ao uso das máscaras como uma forma de proteger as pessoas do novo coronavírus. Segundo a bioeticista, alguns governos omitiram a recomendação no início da pandemia. "O imperativo ético é este: se o governo é o representante das pessoas, deve ter responsabilidade social e dar toda a informação sobre o uso do que possa protegê-las. É preocupante que o Brasil tenha tomado esse rumo."



Veja a entrevista completa AQUI