notíciassbb


Dia Nacional contra o Abuso e a Exploração Infantil. A data chama a atenção neste 2020, especialmente em razão da pandemia da COVID-19 e das medidas de isolamento social

 

 

Sensibilizar, informar, mobilizar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos mais vulneráveis são os principais e únicos objetivos deste 18 de maio, Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. É inadmissível conviver passivamente com fatos que sabemos reais, frequentemente próximos, sem a tomada de atitudes firmes, capazes de denunciar o abuso e a violência, identificando e punindo agressores.

Criada há 20 anos, a data chama a atenção neste 2020, especialmente em razão da pandemia da COVID-19 e das medidas de isolamento social adotadas para a contenção do número de casos. Essa situação, jamais imaginada, projeta um crescimento dos casos de abuso e exploração infantil ocorridos dentro do ambiente doméstico.

Dados da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) alertam para este crescimento, que inclui aumento nos índices de abuso e exploração de crianças, como trabalho infantil, pornografia infantil e exploração sexual durante as medidas de contenção contra surtos de doenças. E ainda mais chocante afirmar que a violência, na grande maioria das vezes, é praticada por pessoas da família ou próximas a ela, como pai ou mãe, padrasto ou madrasta, e as vítimas geralmente estão na faixa de idade entre 4 e 11 anos.


Fonte: Unicef

Veja também: Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes


 

Imagens: pxhere