notíciassbb


SBB participou de Seminário virtual sobre a implantação do plano MEURI na América Latina. Acompanhe o debate aqui!

 

Vários são os desafios enfrentados pela Colômbia ao utilizar intervenções não comprovadas e fora do contexto durante a pandemia da COVID-19.

 

Para abrir um espaço de reflexão e discussão sobre esses desafios, a Universidade Del Valle/Escola de Saúde Pública/Faculdade de Saúde, a Sociedade Brasileira de Bioética (SBB), a Red de Comités de Ética de la Investigación en Humanos (RECEIH) - Cali, e o Centro para el Desarrollo y Evaluación de Políticas y Tecnologías en Salud pùblica (CEDETES) realizaram, em 13 de agosto, um Seminário virtual com a participação de especialistas internacionais, entre eles, Dirceu Greco, presidente da SBB. 

 

Três tópicos complexos e fundamentais foram o mote para o avanço das discussões, moderadas por Jackeline Bravo (Docente da Escuela de Salud Pública da Univesidad del Valle): 

 

1) o cumprimento limitado de considerações éticas, talvez atribuído ao desconhecimento sobre as orientações dadas pela Organização Mundial da Saúde a esse respeito;

2) a demanda por esse tipo de intervenção, elementos próprios do contexto da pesquisa, como revisão ética prévia e contribuição para a produção de evidências científicas; e

3) os riscos envolvidos no uso indevido dessas intervenções durante as emergências de saúde.

 

 

"Circunstancias que podrían justificar éticamente el uso de emergencia de intervenciones no probadas en situaciones excepcionales. Riesgos vs beneficios. La experiencia brasileña durante la Pandemia Covid" foi o tema dapresentado por Dirceu Greco durante o encontro.

 

Além de Greco, representando o Brasil, também participaram: Ana Palmero e Martín de Ambrosio, pela Argentina; Roxana Lescano pelo Peru; Eduardo Rueda e José Oscar Gutiérrez, pela Colômbia; Sérgio Litewka, pelos Estados Unidos, e Zayri García, por El Salvador.

 

 

 

Assista o webinar na íntegra