notíciassbb


“A Bioética de V. R. Potter: 50 anos depois”. Obra sobre o cinquentenário da bioética está disponível no formato digital

 

Organizado pelos professores Anor Sganzerla (PUCPR) e Diego Carlos Zanella (UFN), a obra procura avaliar a bioética de Van Renssealer Potter (1911-2001) 50 anos após o surgimento do termo.

 

 

 

Em 1970, quando a palavra ‘bioética’ apareceu em seu artigo seminal, Bioética: A Ciência da Sobrevivência, e no ano seguinte, em 1971, em seu livro, Bioética: Ponte para o Futuro, Potter já era um cientista internacionalmente conhecido. Com o surgimento da bioética, um novo campo interdisciplinar do conhecimento foi criado. Conhecer essa perspectiva da bioética e poder avaliar os seus primeiros 50 anos é tarefa fundamental para prospectar os próximos anos. Nesse sentido, o livro está organizado em 10 capítulos, os quais procuram comentar elementos da bioética de Potter. Entre os autores, constam: Maria Laura Giacobello (Itália), Luca Valera (Chile, Itália), Henk ten Have (EUA, Holanda), Amir Muzur (Croácia), Iva Rinčić (Croácia), Peter J. Whitehouse (EUA), Gilberto Cely Galindo (Colômbia), José Roque Junges (Brasil), James E. Trosko (EUA), Sandro Spinsanti (Itália).

 

O livro é prefaciado por Diego Gracia (Espanha), que diz: “Transcorridos cinquenta anos desde a contribuição original de Potter, a qual pôs em circulação o termo bioética e deu origem ao surgimento de uma nova disciplina, hoje reconhecida e cultivada em todo o mundo, este é um excelente momento para voltar o olhar para trás, reconstruir o caminho percorrido e refletir sobre o que a bioética significou em seu meio século de história, e, acima de tudo, sobre o que é chamada a ser no futuro próximo [...]. A bioética não é uma ética aplicada, [...] não é uma ética particular, mas uma ética geral. Como já disse tantas vezes, é a nova face da ética geral [...]. A bioética é a ética da vida e não a ética dos médicos. Bem, a grande tarefa [...] da bioética é tornar nossa conversão não apenas mental ou teórica, mas comprometida e prática. Essa é a imensa responsabilidade que a bioética tem diante dela hoje, como seu fundador, Potter, sabia com a maior clarividência. É uma tarefa muito exigente e pode parecer difícil e complexa”.


A Bioética de V.R. Potter: 50 anos depois encontra-se à venda também no formato digital, além do formato impresso. Veja como adquirir:

WhatsApp – 41 9.9860-2728 (Editora PUCPRESS)

Amazon