notíciassbb


A importância da imunização completa contra Covid-19 e o absurdo do negacionismo irracional contra as vacinas


Um levantamento realizado pelo Serviço de Epidemiologia do Instituto de Infectologia do Hospital Emílio Ribas mostrou que nove entre dez pacientes internados com Covid-19 não foram vacinados, E mais: os dados também apontam que a probabilidade de morte entre os pacientes que não receberam os imunizantes foi 14 vezes maior quando comparados àqueles que se vacinaram.

 

Os resultados do estudo não surpreendem, apenas corroboram os dados de outras pesquisas, demonstrando que a vacina reduz perto de 100% a ocorrência de casos graves da doença.

 

De acordo com a coordenadora do levantamento, a médica infectologista Ana Freitas Ribeiro, é fundamental cumprir o esquema de vacinação completo, pois com somente uma dose não confere proteção completa. O estudo mostrou que em 2021, 1.172 pessoas foram internadas na instituição com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associada à Covid-19. Destas, 1.034 ainda não haviam recebido a imunização contra Covid-19 e 138 haviam se vacinado com apenas a primeira dose da vacina.

 

Os dados preliminares da pesquisa foram divulgados em coletiva de imprensa pelo médico infectologista Jamal Suleiman em outubro. Na ocasião, Suleiman informou que entre os pacientes internados de janeiro a setembro de 2021, 274 morreram por complicações da Covid-19: "Desses, 237 não estavam vacinados, 21 tinham recebido a primeira dose e outras 16 pessoas tinham recebido duas doses", afirmou o médico.

 

Ribeiro acredita que a divulgação dos primeiros resultados do estudo podem estimular a população a completar o esquema vacinal contra Covid.

 

 

Fonte: Instituto Emílio Ribas