notíciassbb


SBP, SBI e SBIm divulgam parecer em defesa da vacinação infantil contra Covid-19. SBB apoia integralmente a iniciativa

As sociedades brasileiras de Imunizações (SBIm), Pediatria (SBP) e Infectologia (SBI) enviaram parecer à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), defendendo a imunização de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19.

 

As entidades resolveram tornar público o documento depois que os servidores da Agência, e seus familiares, receberam ameaças e ataques, inclusive do Governo Federal, que discorda da liberação da vacina para o público infantil. Detalhe: vários países já imunizaram suas crianças com dosagem especialmente preparada para elas, sem efeitos colaterais graves que impedissem a vacinação. Nos Estados Unidos, por exemplo, mais de cinco milhões de doses de vacinas da Pfizer já foram aplicadas nesse grupo de crianças, sem eventos preocupantes.

 

O parecer ratifica a posição das Sociedades em defesa da Anvisa: "A SBIm, a SBP e a SBI manifestam-se favoráveis à autorização, por entenderem que os benefícios da vacinação na população de crianças de 5 a 11 anos, com a vacina Comirnaty [Pfizer], no contexto atual da pandemia, superam os eventuais riscos associados à vacinação".

 

As entidades também ressaltaram que, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, a presença da Covid-19 na população infantil brasileira é relevante, com hospitalizações e óbitos pela doença já contabilizados. E informam que resultados de estudos de até fase 3 em crianças mostraram que a resposta dos anticorpos é similar àquela observada em adolescentes e adultos.

 

 

Confira o documento original, na íntegra: carta-divulgacao-sbim-sbi-sbp-anvisa

 

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria